Charanga!

Sinopse

A Charanga é música e performance, portuguesa e internacional, moderna e antiga, revolucionária e tradicional, rural e cosmopolita, analógica e digital, festiva e introspectiva, orgânica e maquinal.

A Charanga é um projecto de música electrónica fortemente ligado às raízes da cultura popular portuguesa, mais concretamente à “folk” nacional, que despertou tanto interesse em notáveis músicos, historiadores e investigadores, como Michel Giacometti, José Alberto Sardinha, Fernando Lopes Graça, Jorge Freitas Branco, entre outros.

Na Charanga, somos nós próprios, ao mesmo tempo que somos aquilo que nos moldou até ao que representamos. Prestamos homenagem às nossas origens, convidando a música tradicional para que nos ajude a criar a nossa própria obra.

Abraçamos a essência da cultura popular, nos seus hábitos instintivos, na sua abordagem directa à criação e execução musical, fazendo uso, como no passado, das ferramentas disponíveis. Na era digital e cultura actual, usamos computadores, beatboxs, sintetizadores, ferramentas virtuais e influências musicais globalizadas, mas também o Bombo, a Gaita-de-Fole, o violino, a D. Ermelinda que canta a moda da terra, os Adufes e as construções melódicas, harmónicas e rítmicas do Cancioneiro.

E, como não podia deixar de ser, a Charanga é e faz tudo isto segundo as lições do povo, que rima para recordar e representa para comunicar, materializando as suas actuações em espectáculos multidisciplinares que combinam a música com a performance e a ilustração visual videográfica.

Oiçam os nosso sons!

Tribut'ó Ti Tobias (2016)

Borda Tu! (2013)

Fabuloso álbum de misturas e raridades